Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

SÁBADO por C-Studio

Partilhe nas Redes Sociais

Powered by

Unibanco
Almeja e Casario, dois restaurantes a não perder no Porto Almeja e Casario, dois restaurantes a não perder no Porto

Almeja e Casario, dois restaurantes a não perder no Porto

Almeja e Casario, dois restaurantes a não perder no Porto

Miguel Castro e Silva está de regresso à cidade que o viu nascer e lhe deu fama, com o Casario, um restaurante intimista bem no coração da Ribeira. Já João Cura, um ilustre desconhecido, conseguiu com o seu primeiro restaurante, o Almeja, juntar-se à elite de uma nova geração de cozinheiros.


Publicado em 31-Jan-2019

Almeja

Al·me·jar (alma + -ejar) significa desejar muito, querer, sentir. Terá sido esse o sentimento que levou João Cura a abrir um restaurante em nome próprio e batizá-lo Almeja. Este jovem cozinheiro estudou na Escola de Hotelaria de Coimbra, depois de uma passagem rápida pela Faculdade de Farmácia, e seguiu para Barcelona, onde trabalhou em vários restaurantes, todos estrela Michelin. Regressou com vontade de voar a solo, por isso arriscou abrir o seu próprio restaurante, a par da mulher, Sofia Gomes (chefe de sala), para tentar marcar a diferença.

Um ano depois, a avaliar pelas muitas críticas positivas e destaque alcançado, João Cura está no bom caminho e tem vindo a ser apontado como um dos novos talentos do Porto, contribuindo para a renovação gastronómica da cidade.  

      Sem a formalidade habitual associada à cozinha de autor, o Almeja tem um conceito casual fine dining, com uma decoração descontraída e simples – no chão, o mosaico hidráulico completa o deixado da época em que aqui funcionava uma velha mercearia –, mas também cuidada e acolhedora. O espaço divide-se em duas salas, a da entrada com direito a duas namoradeiras na montra e vista para a Rua Fernandes Tomás, a dois passos do Bolhão, e outra mais recatada, nas traseiras do restaurante. E ainda um terraço-jardim, que nos meses quentes será muito desejado. De resto, tudo no Almeja foi pensado ao pormenor pelos proprietários, que chegaram mesmo a desenhar alguns dos móveis e utensílios.

      Dando largas à imaginação, mas sem pretensões desmedidas, Cura desenvolve aqui a sua arte ao sabor da oferta de mercado e das estações, trabalhando apenas com pequenos produtores, e demonstrando que a sensibilidade para a escolha dos ingredientes certos e a atenção ao detalhe podem dar resultados muito surpreendentes.

      Com um menu diversificado q.b. – quatro opções de entrada, e outras tantas de peixe e marisco, carnes e sobremesas –, pode optar-se por pedir pratos à la carte ou por um menu de degustação com oito momentos, no qual se incluem snacks-surpresa, um couvert com pão feito em casa com massa-mãe e de fermentação lenta, manteiga também caseira e azeite português, alho negro, peixe de pesca à linha, pombo torcaz com pera e raiz de aipo, gelado de ovelha com beterraba, e ainda goiaba com chocolate branco, doce de leite e iogurte. Sem dúvida uma boa descoberta, que nos deixa a almejar voltar.

      Almeja
      Morada: Rua Fernandes Tomás, 819, Porto
      Contactos: Tel. 222 038 120 • geral@almejaporto.com
      • www.almejaporto.com
      Horário: Terça a sábado, 12h30 – 14h30 e 19h30 – 22h30
      Preço médio à carta: €35. Menu de degustação composto por cinco pratos: €55. Ao almoço, há um menu de três pratos com couvert por €15.

      Casario

      “O bom filho à casa torna” diz o ditado popular que aqui se aplica na perfeição. Num dos edifícios históricos da Ribeira, mesmo em cima do cais e com vista incrível para a ponte D. Luís, o Douro e as caves de Gaia, o Casario marca um novo regresso do chef Miguel Castro e Silva ao Porto, a sua cidade natal e que lhe deu fama com o saudoso Bull & Bear.

      Instalado na Gran Cruz House, uma boutique guest  house de apenas sete quartos, propriedade da centenária casa de vinhos Gran Cruz (com quem o chef mantém há vários anos uma parceria), o Casario assume-se como um restaurante de cozinha de autor, com a carta a ser desenvolvida a quatro mãos, por Castro e Silva e por José Guedes, dando continuidade ao trabalho conjunto que os dois chefs têm realizado nos últimos seis anos no restaurante DeCastro Gaia, no Espaço Porto Cruz do outro lado do rio.

      • Casario, o novo restaurante de Miguel Castro Silva na Ribeira
        Casario, o novo restaurante de Miguel Castro Silva na Ribeira
        • Casario, o novo restaurante de Miguel Castro Silva na Ribeira
          Casario, o novo restaurante de Miguel Castro Silva na Ribeira

          Além das mesas na varanda exterior – há mantinhas para os dias de frio –, o Casario tem uma elegante sala intimista que acolhe no máximo 24 pessoas, sendo uma boa escolha para jantares a dois e também para quem gosta de apreciar com tempo boa comida, neste caso desfrutar de um dos menus de degustação, com cinco ou sete momentos ao jantar, e quatro ou cinco ao almoço.

          Entre clássicos intemporais de Miguel Castro e Silva, como o robalo marinado com ervas frescas e as novas criações, destacam-se pratos como o delicioso caldo fumado de lulas, shiitake e cebolo, o arroz de rúcula com berbigão, ou o irresistível novilho, puré de tubérculos e cogumelos da época com molho de vinho do Porto. Seguido de um mil-folhas de amêndoa com creme de queijo da serra e sorvete de frutos vermelhos…

          Por último, estando numa casa de vinhos centenária – a Gran Cruz celebra 132 anos em 2019 –, nada como seguir as sugestões e harmonizar a refeição com uma seleção exclusiva do universo de vinhos Dalva, Porto Cruz e Quinta de Ventozelo, incluindo uns very old tawny Port.

          Casario
          Morada: Praça da Ribeira, Viela do Buraco, 19, Porto
          Contactos: Tel. 227 662 270 • info@grancruzhouse.pt
          • www.grancruzhouse.pt
          Horário: Terça a sábado, 12h30 – 15h00 e 19h00 às 22h30. Domingo, 12h30 às 15h00
          Preço médio: à la carte: €35 (com vinhos) ou menu degustação desde: €60 (com vinhos)