Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
<i>Blue note</i> <i>Blue note</i>

Blue note

Blue note

É oficial! A ganga está de volta às passerelles e, embora nunca tenha sido da rua, agora pode ser usada em todas as situações.


Publicado em 19-Fev-2020 por Ana Campos, consultora e stylist de moda

A história conta-nos que o denim era o tecido de eleição para os fatos de trabalho pela sua resistência e durabilidade. Mas, durante todo o século passado, este tecido acabou por ter várias conotações. Como ser a peça perfeita para cowboys que tinham de viajar de forma leve, ou de rebeldia nos anos 50 e, depois nos anos 80, usada em versões rasgadas. Sensuais nas versões mais skinny ou nos hotopants, cool nas versões mais baggy e a grande conotação de moda e unissexo nos anos 90.

No entanto, no início do século XXI, a ganga surgiu mais como uma opção de looks casuais que até podiam definir tribos pelo corte e a cor, mas raramente podiam ser transpostas para looks formais. Nas últimas estações toda esta fórmula desapareceu e a ganga, como material em si, pode ser realmente usada em todas as situações adaptando-se às tendências de cada temporada.

As inspirações dos anos setenta e oitenta de 2020 ditam as tendências das cores e das diferentes lavagens que a ganga pode ter, e mostram a sua adaptação a diferentes peças e situações.

Considerado hoje um básico essencial em qualquer guarda roupa, as calças para as estações que se adivinham obedecem, no entanto, a algumas regras:

A altura da cintura deve ser subida, as bainhas só podem ser compridas em versões baggy (pense na Billie Eilish) ou em versões direitas. As super skinny são para ser guardadas no armário (elas voltarão um dia).

As cores da ganga devem ser claras ou em tons de azul médio. O mais escuro está dedicado a peças mais formais ou com mais statment, como os vestidos e calções. As lavagens podem ser as tradicionais, que fazem as costuras ter mais contraste, ou as muito brutas, que relembram os anos oitenta.

Os casacos podem ser os tradicionais ou blazers mas em versões mais largas, como se usasse o casaco do namorado, e até podem ser usados como vestidos. Nos homens os casacos são mais ajustados ao corpo masculino.  Todas estas diretrizes são para ter em conta, mas no que toca à ganga, nada como experimentar para ver o que se adapta melhor ao seu corpo e como pode tirar o melhor proveito destas peças que podem ser algo fresco que se adapta (dependendo do corte e cor) a um dia de escritório.

ELA

Cintura subida

Bainha pelo tornozelo

Azul Claro

Azul Médio

Casacos

Macacão

Vestidos e calções

ELE

Calças

Casacos

Aspeto gasto