Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal

Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal

Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal

Supercarros, automóveis e motos clássicas, provas, pilotos e tudo o que gira à sua volta encontra-se aqui, no Caramulo, este fim de semana


Publicado em 04-Set-2019

Não importa muito se conduz em duas ou quatro rodas, porque nos próximos dias 6, 7 e 8 de setembro todos os caminhos se dirigem ao Caramulo, rumo ao maior festival motorizado de Portugal.

Trata-se de um evento clássico, que este ano entra para a sua XIV edição, recheado de novidades e dezenas de atividades pensadas para agradar a toda a família. Como a Motorlândia Fun Park, um verdadeiro parque de diversões com uma pista júnior, outra pista para karts elétricos e muitos jogos e experiências em realidade virtual.

  • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
  • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
  • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
  • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
  • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
    • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
    • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
    • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
    • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
    • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco

      Evidentemente, a Rampa Histórica Michelin já não é novidade, antes uma certeza, dedicada aos automóveis clássicos, históricos e de competição, que acontece durante os três dias do Motorfestival. Para mais, decorre no mesmo traçado da mítica Rampa do Caramulo, que este ano comemora 40 anos, por isso ainda vamos receber a visita de velhas e novas glórias do volante, como o gigante finlandês Markku Alén (que venceu vários ralis de Portugal e adora o nosso país), mais alguns dos pilotos nacionais que tão bem se destacaram na rampa nos anos 1970 e 1980. Automóveis e pilotos reúnem-se ao final de cada prova, em frente ao museu, numa zona de convívio aberta ao público. Nem sequer as duas rodas quiseram faltar, com vários desfiles de motos clássicas rampa acima num programa muito extenso e completo.

      Assim vamos poder assistir a driftshows e airshows – porque os aviões também contam –, encontros de Porsches e de Vespas, de Ducatis e de Lancias, de MX-5 e de Hondas, de Minis e de Café Racers, numa onda de revivalismo e de customização surpreendente. Ao todo, a organização espera suplantar os 30 mil visitantes e ultrapassar os 1.100 veículos.

      • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
      • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
      • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
      • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
      • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
        • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
        • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
        • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
        • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
        • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco

          O Motorfestival é organizado pelo Museu do Caramulo, verdadeiro ex-líbris do interior. Fundado por dois irmãos, e  sustentado pela fundação que deixaram (Fundação Abel e João Lacerda), é um caso único de sucesso em Portugal, mas também no mundo. Afinal, digam-nos onde é que um museu que ostenta obras de Chagall, Dalí, Picasso, Fernand Léger ou dos portugueses Grão Vasco, Amadeo de Sousa Cardoso, Vieira da Silva, Silva Porto ou Columbano termina mais conhecido pelos seus automóveis? Sem dúvida, um testemunho da coleção patente, do magnífico estado de conservação e da importância histórica de alguns dos modelos, como o mais antigo automóvel ainda em funcionamento em Portugal, o Peugeot de 1899; o Bugatti 35B (o único que veio para Portugal) que Lehrfeld levou a tantos sucessos desportivos nos anos 1930. Apesar do nome “estrangeiro”, o piloto era nascido e criado em Lisboa, e ao “seu” Bugatti, adquirido em 1956 por João Lacerda, cabe agora a honra de abrir a Rampa histórica. No museu encontramos ainda o Mercedes-Benz blindado e o Cadillac que estiveram ao serviço de Salazar; ou o Rolls-Royce que durante anos serviu todos os ilustres visitantes chegados ao nosso país, incluindo a Rainha Isabel II, o Presidente Eisenhower e o Papa João Paulo II.

          • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
          • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
          • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
          • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
          • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
            • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
            • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
            • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
            • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco
            • Caramulo Motorfestival, o grande encontro em Portugal | Unibanco

              Mas este ano há mais uma grande novidade que está a atrair o olhar de todos os curiosos: é que por estes dias (e até 1 de outubro) o museu acolhe uma exposição original de Supercarros com um alinhamento verdadeiramente de luxo: do Lamborghini P400 SV Miura, um dos primeiros responsáveis pela categoria, ao LaFerrari, o supercarro mais super de todos. Considerado pela própria Ferrari como o seu projeto mais ambicioso. Tem 963 cv e pode chegar a uma velocidade máxima de 349 Km/h(!), ainda assim nada que se compare ao preço que pode atingir. Mas há mais, claro, incluindo o F40, também do Cavallino Rampante,o Bugatti EB110, automóvel que quebrou o jejum de quase 40 anos da casa de Molsheim, o Ford GT lançado para celebrar os 40 anos do mítico GT40, o McLaren 675 LT MSO, e o mais potente 911 produzido pela Porsche, o GT2 RS. A lista continua, mas o melhor será vir ver tudo ao vivo.