Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Casa de São Lourenço: um porto de abrigo na montanha Casa de São Lourenço: um porto de abrigo na montanha

Casa de São Lourenço: um porto de abrigo na montanha

Casa de São Lourenço: um porto de abrigo na montanha

É em pleno coração da serra da Estrela, a 1.250 metros de altitude, que encontramos o mais bonito hotel de montanha de Portugal


Publicado em 06-Dez-2019

Não temos grandes montanhas, e não temos grande tradição de turismo na neve e, por isso, também não temos grandes hotéis de neve. Mas o panorama na serra da Estrela está a mudar ultimamente, e a Casa de São Lourenço é o melhor exemplo dessa mudança, um local onde o bom gosto anda de mãos dadas com o requinte e a altitude.

Tem, também, a particularidade muito interessante de não se tratar de um hotel novo, construído de raiz, mas antes da recuperação total de uma das primeiras pousadas de Portugal, a Pousada de São Lourenço, que aqui ressurge mais fiel do que nunca à ideia original. Tratava-se – quando abriu, pouco depois do final da Segunda Guerra Mundial — de um pequeno boutique-hotel desenhado pelo arquiteto Rogério de Azevedo, com design de interiores de Maria Keil, que criou algumas peças emblemáticas de design. O hotel pretendia ser um refúgio longe de casa e era tão fiel a esse princípio que, de início, possuía apenas três quartos – a verdadeira definição de exclusivo. Aos poucos a pousada foi crescendo e ganhando novos quartos e, infelizmente, alguns acrescentos menos consentâneos com o espírito arquitetónico original. E se hoje reabre com 17 quartos e quatro suites, o aumento do espaço deve-se sobretudo a uma nova estrutura em betão, de geometria muito simples que flui naturalmente do edifício de pedra, apresentando grandes superfícies envidraçadas, abertas para a magnífica e única paisagem que nos rodeia, entre a vila de Manteigas e o glaciar do Zêzere.

Nos quartos da casa antiga, o mobiliário original de Maria Keil foi totalmente recuperado, com exceção das camas, que foram reconstruídas a partir do modelo original, mas com proporções um pouco mais generosas. Há mais pormenores que nos fazem viajar pela história deste hotel, como as projeções nas paredes, os tetos forrados a burel amarelo e bordados com os três desenhos criados por Maria Keil – a loba, a flor e a estrela – ou ainda excertos de O Guardador de Rebanhos de Fernando Pessoa. Nos restantes quartos, a presença de Keil é mais discreta, pontuada apenas nas projeções e nalgumas referências, como uma poltrona ou uma secretária, mas o design nascido e criado 100% no nosso país é sempre uma constante.

A Casa de São Lourenço oferece agora todas as comodidades de um cinco estrelas, onde não falta sequer um faustoso lanche a meio da tarde – das 16h00 às 19h00 –, cortesia para os hóspedes, porque os ares da montanha abrem o apetite. O restaurante é um dos pontos-chave, privilegiado para apreciar a vista, elegante na decoração e saboroso na gastronomia, tipicamente nossa e favorecendo os ingredientes regionais. A execução está a cargo do chef Manuel Figueira com longa experiência na restauração, incluindo dois anos com o chef João Rodrigues, no Feitoria.

O hotel oferece também uma zona de wellness com piscina, ginásio e spa, onde chegam ao requinte de criar localmente os óleos utilizados nos tratamentos, com uma mistura especial de ervas autóctones, com infusão numa base de azeite e óleo de amêndoas doces.

Lá fora, a serra aguarda-o e abre-lhe quilómetros de trilhos para percorrer a pé ou de BTT (disponíveis no hotel), com ou sem guia, para descobrir locais inexplorados, cumes, vales e lagos onde até pode mergulhar (no verão preferencialmente, nesta altura talvez não), mais as pistas de neve.

Também há visitas à Fábrica da Burel, esse tecido tão típico daqui, e tão presente na decoração do hotel. Hoje está na moda, mas não faz muito tempo estava prestes a cair no esquecimento, com o fecho da única fábrica da região. Isto antes de ser resgatada por um bem-intencionado casal: o mesmíssimo que salvou também esta antiga Pousada de São Lourenço.

Casa de São Lourenço, Burel Panorama Hotel
Preços: a partir de 175 euros Morada: Estrada Naciona 232, Km 49,3. Campo Romão, Manteigas, Portugal. Tel: 968285937 e-mail: booking@casadesaolourenco.pt