Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o <em> stress</em> no mínimo Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o <em> stress</em> no mínimo

Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o stress no mínimo

Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o stress no mínimo

Trabalhar em casa está a revelar-se bem mais complicado do que parecia ao início. Para lidar com a situação aqui ficam 10 dicas e mais algumas ferramentas…


Publicado em 25-Mar-2020

O isolamento social é a medida de contenção número 1 para tentar conter a propagação do Coronavírus. Como consequência, as empresas enviaram para casa todos os trabalhadores que podiam fazer o trabalho remotamente e nunca houve uma força de trabalho tão grande em casa, o que levanta vários desafios e dinâmicas para as quais a maioria dos trabalhadores pode não estar preparada. Sobretudo por quem não está habituado a esta situação.

Pior ainda para quem tem filhos em idade escolar, pois aí não basta ser progenitor e trabalhador e precisa ainda de se desdobrar como professor, esclarecendo todas as dúvidas escolares de uma prole pouco habituada a este tipo de ensino e, pior ainda, aborrecida de morte. Tudo isto enquanto partilha um espaço, na maioria das situações, exiguo, com poucas zonas de privacidade, e provavelmente sem separação trabalho/lazer. A situação pode ser explosiva, mas para o ajudar a sobreviver a esta quarentena aqui fica um conjunto de 10 regras e mais algumas ferramentas para aumentar a produtividade.

1 Mantenha as rotinas

Provavelmente a melhor regra do mundo para que todos mantenham a sua sanidade mental e a produtividade. Tente manter os mesmos horários de trabalho e escola, e que estes sejam respeitados por todos. Aproveite também para criar tempo de qualidade juntos, pois só assim conseguirão respeitar os limites uns dos outros no resto do tempo. Promova jogos em família ou qualquer outra atividade que gostem de partilhar, e conversem. Conversem muito.

2 Cuidado com as redes sociais

Está a trabalhar ao computador a partir de casa, mas basta um pequeno click para entrar num planeta da diversão. Do you tube às redes sociais as distrações são enormes, com a agravante de que agora não corre o risco de ser apanhado(a). Será necessário muita disciplina, mas evite cair nesta armadilha.

3 Faça Desporto

Mais um dia sem ir ao ginásio… Mesmo que já não fosse há anos, o sedentarismo precisa de ser combatido pelo que deve ainda criar rotinas diárias de exercício. Logo de manhã, ao fim do dia, como lhe der mais jeito, ponha toda a gente a mexer porque o exercício é fundamental para combater o excesso… de peso e de energia (que conduz à irritabilidade). E o corpo agradece.

Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o <em> stress</em> no mínimo | Unibanco

4 Mantenha a higiene diária

Escrito assim pode parecer um conselho algo disparatado, mas acredite que ao fim de algum tempo em casa é muito fácil relaxar e colocar uma série de tarefas à frente da higiene diária: ‘vou só acabar este relatório antes de ir tomar banho’. Não ceda, não ande o dia inteiro de pijama  ̶  pelo menos pode optar por uma roupa mais confortável.

5 Limite ecrãs

Ocupar as crianças com horas perdidas em frente a uma televisão, consola ou smartphone pode parecer uma solução muito tentadora para ter algum tempo sossegado – elas de certeza que não se importam – mas lembre-se de todos os conselhos e alertas dos pedopsicólogos, e estabeleça limites muito bem definidos (e relativamente curtos) para essas atividades.

Ferramentas de produtividade
O trabalho à distância é neste momento tanto mais complicado por não se tratar apenas de um membro neste regime, mas de uma organização inteira (ou boa parte dela, dependendo da atividade). Felizmente existem uma série de ferramentas para ultrapassar estas dificuldades.
Toda a gente conhece o Whatsapp , excelente para manter o contacto, mas tem provavelmente essa rede cheia de mensagens de amigos e família. Para separar os dois mundos é importante usar outras aplicações profissionais, que ainda por cima oferecem vantagens acrescidas para aumentar a produtividade.
* O Slack e o Microsoft Teams são as duas melhores redes para trocas mensagens a este nível, com as mensagens a poderem ser dirigidas para todos, para um utilizador apenas ou para equipas. E ambas oferecem integração com outras empresas e soluções como o Zoom e Tello (mais a seguir). Em ambas existem versões gratuitas e pagas, o que significa que as grátis têm algumas limitações, como por exemplo 5 GB de armazenamento para uma equipa, sem limite de participantes, no Slack, contra 2 GB por utilizador mais 10 GB partilhados no caso do Teams, mas aqui limitado a 300 participantes. A app da Microsoft tem perfeita integração com os produtos Office e oferece ainda a oportunidade de fazer vídeo conferência, mas para este item em específico o Zoom parece ser o “canivete suíço”.
* O Zoom não obriga a que todos tenham a o programa instalado, apenas quem inicia a chamada (os outros acedem pelo link no e-mail) e oferece inúmeras soluções para que todos possam partilhar conteúdo durante a conferência.  Permite chamadas para 100 pessoas, mas a versão não paga tem um limite de 40 minutos por conferência (o que pode ser bom para manter as reuniões curtas).
* Já o Trello é uma ótima ferramenta para organizar as tarefas e partilhar ideias, através de uma espécie de cartões, tipo post its, que permitem enviar fotografias, listas, etc. Uma ideia semelhante ao Mindmeister, uma excelente ferramenta criativa que funciona com balões de ideias onde pode afixar sugestões e exemplos para ilustrar qualquer projeto que tenha em mãos.

6 Conversas da Treta

Mantenha o contacto com os seus colegas e as conversas sobre coisa nenhuma em dia. Encontrem-se à mesma hora da pausa do café, mas agora através de alguma rede social, porque trabalhar a partir de casa pode ser algo solitário.

Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o <em> stress</em> no mínimo | Unibanco

7 Não vire uma fada do Lar

Os trabalhos de limpeza doméstica aumentaram em quantidade, até porque agora estão o tempo todo em casa, e importância, por uma questão de higienização contra o vírus. Ou seja, existe já pressão suficiente com a lide da casa para ainda inventar mais trabalho, como limpar ‘finalmente aquele armário que estava há séculos à espera’. Tudo isso rouba horas preciosas para o trabalho que realmente necessita de estar a fazer!

Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o <em> stress</em> no mínimo | Unibanco

8 Estabeleça limites

Em casa, é muito importante que os seus filhos percebem quando podem ou não interromper o trabalho. Converse antes com eles para deixar essas regras bem definidas. No trabalho, é igualmente importante que os colegas ou superiores mantenham os pedidos (e as respostas) dentro do horário normal. Vai ver como uns e outros conseguem rapidamente ganhar horários próprios. Estabeleça esses limites logo de início e responda apenas nas horas de trabalho normais.

9 tente manter uma noção de privacidade

Todos juntos, na mesma casa, 24 sobre 24, pode ser um poucolaustrofóbico. Faça ou tente que cada um tenha o seu espaço próprio, em que para isso tenha de criar momentos de timesharing, onde cada um tenha direito a ter uma divisão só para si.

Como trabalhar a partir de casa, mantendo a produtividade em alta e o <em> stress</em> no mínimo | Unibanco

10 Faça uma alimentação saudável

A trabalhar a dois passos da despensa e sem tempo para preparar o almoço será muito fácil cair em mais uma armadilha, desta vez chamada junk food. Combata estes maus hábitos com uma investida em força nas refeições saudáveis, que nem precisam de demorar muito tempo. Faça deste um novo hábito e um desafio familiar durante a quarentena.