Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

SÁBADO por C-Studio

Partilhe nas Redes Sociais

Powered by

Unibanco

Google Arts & Culture, todos os museus do mundo

Google Arts & Culture, todos os museus do mundo

Com o Google Arts & Culture pode visitar centenas de museus por todo o mundo de forma virtual, mas a fama só chegou porque agora lhe permite encontrar uma obra de arte parecida consigo

Que tal percorrer as longas galerias Uffizi em Florença? Passando por obras como a Adoração dos Magos de Da Vinci ou O Nascimento de Vénus de Botticelli? Talvez prefira passear pelo Smithsonian, o Museu de História Natural em Washington D.C. e pelas recriações de homens neandertais e australopitecos… Possivelmente prefere o Museu do Futebol, em São Paulo? Ou o Museu Nacional da Seda, na China? E que tal Serralves ou a Gulbenkian?

O Nascimento de Vénus, de Botticelli, usando a função zoom a 70%
O Nascimento de Vénus, de Botticelli, usando a função zoom a 70%

Quando a tecnologia é posta ao serviço da arte podem nascer coisas maravilhosas como este Google Arts & Culture, que permite visitar virtualmente todos estes museus, e muitos mais – cerca de 1500 instituições, de 70 países diferentes, tudo na palma da mão. Pode conhecer as estórias por detrás dos grandes quadros e ainda fazer um zoom enorme e ter acesso a um nível de detalhe sem paralelo, incluindo dentro do próprio museu. Há a possibilidade de fazer visitas guiadas e ver exposições exclusivamente virtuais com regularidade, sempre curadas e explicadas por algumas das mentes mais brilhantes da área, da pintura contemporânea à música clássica, da moda europeia à gastronomia asiática. Muito recentemente, estes eram os temas em destaque: Porque é tão difícil Explicar a Arte Conceptual?; Os Jardins na Arte Iraniana; Mackintosh: a criação de um clássico britânico; Edomae Sushi: a inovação por detrás da mais conhecida tradição culinária japonesa; ou, As Muitas Faces de Frida, uma mostra exaustiva da pintora mexicana.

Detalhe da aplicação na App Store
Detalhe da aplicação na App Store

Como se tudo isto não bastasse, a aplicação não se limita a abrir os museus ao mundo. Permite-lhe, por exemplo, descobrir Paris até onde a vista alcança em cima dos telhados do Grand Palais, ou percorrer os desfiladeiros do Grand Canyon, explorar o Taj Mahal e tantos, tantos outros grandes edifícios que marcaram a história da humanidade.

Is your portrait in a museum?

Apesar de todos estes atributos, a aplicação virou notícia e saltou para o topo das transferências de apps para telemóveis apenas este ano, e tudo por culpa de uma pequena novidade. Is your portrait in a museum? é o nome da função que compara a sua imagem com todos os quadros expostos em museus por esse mundo fora, tentando descobrir o seu sósia ou encontrar uma qualquer ligação. Por vezes, a imagem acerta na mouche, mas noutras o resultado pode ser bem surpreendente, tanto para o bem como para o mal. Quando assim é não fique triste, nem se sinta insultado, porque o algoritmo que encontra as coincidências está muito longe de ser perfeito.

Infelizmente esta função não está disponível para todos os países – para muito poucos na verdade e Portugal não é um dos contemplados. Mas não desanime porque estas coisas são mesmo assim e não tarda nada sai uma actualização que o permite. Entretanto, tem muito para explorar.