Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

SÁBADO por C-Studio

Partilhe nas Redes Sociais

Powered by

Unibanco

Os melhores brunches de Lisboa e Porto

Os melhores brunches de Lisboa e Porto

Chegaram da América e entraram rapidamente nos hábitos dos portugueses. São refeições para dias de preguiça, onde apetece fazer tudo com calma e ir acordando… e o melhor de tudo? É que já não acontecem apenas ao domingo e têm horários cada vez mais alargados.

Zenith Brunch & Cocktails Bar – Porto

  • Zenith Brunch & Cocktails Bar
    Zenith Brunch & Cocktails Bar
  • créditos: @mypaleo.life
    créditos: @mypaleo.life
  • créditos: @mypaleo.life
    créditos: @mypaleo.life
  • créditos: @mypaleo.life
    créditos: @mypaleo.life
    • Zenith Brunch & Cocktails Bar
      Zenith Brunch & Cocktails Bar
    • créditos: @mypaleo.life
      créditos: @mypaleo.life
    • créditos: @mypaleo.life
      créditos: @mypaleo.life
    • créditos: @mypaleo.life
      créditos: @mypaleo.life

      Com um nome assim é fácil perceber que é de brunches que trata o Zenith. Os cocktails só existem porque os brunches não se limitam ao tradicional almoço de domingo, e espalham-se por todos os dias da semana e qualquer horário. A casa abriu na baixa do Porto há sensivelmente dois anos, mas as filas intermináveis na praça Carlos Alberto formaram-se quase imediatamente, cheias de pessoas à espera de provar os famosos ovos Benedict, servidos em tosta de pão torrado, creme de abacate e bem regados com o molho holandês. Ou os ovos à moda da casa, escalfados, panados com presunto crocante, abacate, tomate e salada. Não faltam também as tapiocas, as salads e smoothie bowls, as granolas, ou ainda as tostas, podendo eleger entre frango, salmão e vegan. Mas atenção, escolha e coma o que quiser, mas guarde sempre um espaço final para as panquecas: um prato enorme, regado com manteiga de amendoim ou Nuttela, bacon e ovos, frutos silvestres ou Oreo. Uma delícia! E para tudo acompanhar temos então os cocktails e uma enorme variedade de cafés.


      Amélia Lisboa

          É com toda a certeza um dos mais populares e instagramáveis cafés da cidade. Tudo começou com o Nicolau, um cão engravatado cujo retrato dá o nome a um café jovial que chegou à Baixa Pombalina como uma lufada de ar fresco, servindo brunches todos os dias e refeições saudáveis. Delicada e elegante, a Amélia é a sua namorada e também o mais recente café de Campo de Ourique, que mal abriu as portas passou a ser uma das moradas mais concorridas do bairro. O ambiente cool condiz com uma carta saudável feita de saladas, sumos detox, panquecas, waffles e opções veggie. Tem uma pequena esplanada interior.

          O Brunch Amélia custa 15 euros e inclui sumo de laranja, panqueca, iogurte com fruta e granola, tosta de abacate ou salmão fumado, café ou chá ou chocolate quente. O problema vai ser arranjar lugar…


          Casinha Boutique Café – Porto

          • Casinha Boutique Café
            Casinha Boutique Café
            • Casinha Boutique Café
              Casinha Boutique Café

              Fica na Boavista e esconde num pequeno jardim nas traseiras, ótimo para desfrutar calmamente de um brunch de verão, mesmo ao fim da tarde. Uma das boas características do Casinha é que também aqui o brunch não tem dia nem hora, é quando uma pessoa quiser. Pode escolher entre sopa e iogurte, uma fatia de um excelente bolo (cheesecake, tarte de maçã ou bolo de chocolate) croissants, scones, e ovos mexidos. O menu (9,5 euros) inclui ainda uma sandes vegetariana, mas por mais um euro pode adicionar à escolha carne desfiada, presunto ou salmão.

              O sucesso portuense da Casinha já a fez rumar a Lisboa, abrindo uma delegação em pleno Chiado na Rua Garret, Braga, Guimarães e Viana do Castelo.


              Dear Breakfast – Lisboa

                  O nome deixa adivinhar que este é o espaço certo para quem gosta de acordar tarde e tomar o pequeno-almoço, a qualquer hora do dia. Numa transversal da muito na moda Rua do Poço dos Negros, é um café minimalista, com mesas de mármore português e cadeiras em veludo azul e rosa. O proprietário, o francês Julien Garrec, que se mudou para Lisboa de Nova Iorque, convidou Raquel Petronilho (ex-Ritz Four Seasons) para criar a ementa onde vai encontrar muitos ovos: mexidos, escalfados, Benedict, Florentine (com espinafres e molho holandês), Rothko (com brioche e queijo), com salmão ou tosta de abacate, sumos e smoothies saudáveis, cafés e chás da vizinha Companhia Portugueza do Chá.

                  Durante a semana, o pequeno-almoço custa 14 euros, enquanto ao fim-de-semana, o brunch já custa 18 euros e permite a escolha de qualquer prato, incluindo panquecas, e ainda Bloody Mary, mimosa e sumo à descrição.


                  Soundwich – Porto

                      É no Parque da Cidade que encontramos uma acolhedora esplanada que serve o brunch mais simpático para as crianças – e o melhor para os animais de estimação também, já que até oferece um menu canino (4,5 euros). O espaço foi pensado para promover as criações exclusivas de chefes convidados e, tal como o nome indica, as sandwiches são geralmente as estrelas, mas aos fins-de-semana entra em cena o “Brunch no Pickapark”, um menu buffet onde não faltam todos os clássicos (cereais, iogurtes, pães, croissants e scones, compotas e frutas, ovos mexidos), mais uma enorme variedade de pratos diferentes, dos cogumelos salteados às saladas, quiches ou tortas.

                      LAB Padaria Portuguesa – Lisboa

                          Sim, as lojas Padaria Portuguesa estão em toda a cidade, o que as torna em espaços pouco entusiasmantes, mas o novo LAB, em plena Avenida da República, veio marcar a diferença. Um espaço aberto, amplo, totalmente decorado de branco (com capacidade para 100 pessoas!), a lembrar que, mais do que um simples café-pastelaria, é um verdadeiro laboratório onde são testados novos produtos e receitas, e se trabalha para recuperar a tradição, com o lançamento de uma gama de cinco pães artesanais.

                          Quando ao brunch, servido apenas aos sábados, domingos e feriados entre as 9 e as 16 horas, custa 16 euros e é composto por pão artesanal, croissant francês, fiambre e queijo, manteiga, doce, abacate, ovos turcos, panquecas de ricotta ou porridge de curcuma, sumo de fruta natural, bebida quente ou café.


                          O Diplomata – Porto

                              O Diplomata era já um conhecido e tradicional café na baixa do Porto quando fechou portas o ano passado. Mas nunca atingiu a fama que conseguiu pouco depois, quando reabriu totalmente renovado numa espécie de paraíso das panquecas. Primeiro escolhe a massa (simples, de chocolate, aveia, mirtilo, vegan ou Oreo), depois a cobertura (do maple syrup ao iogurte grego há mais de uma dezena de opções), a fruta (outra dezena), o Crunchy (Oreo, Bolacha Maria, Twix, etc) e finalmente o gelado (açaí, baunilha, morango, chocolate…). Estas decadentemente deliciosas panquecas são obviamente uma presença obrigatória nos quatro menus de brunch disponíveis, entre os 6 e os 10 euros, que às duas panquecas simples vão acrescentando ovos mexidos e bacon, taças de açaí, ou tomate, cogumelos e feijão.

                              Four Seasons Hotel Ritz – Lisboa

                                  É o mais famoso, requintado e gourmet dos brunch aqui apresentados. É claro que também é o mais caro (61 euros), mas podemos dizer que vale muito a pena. A começar pelo cenário, o mais especial dos hotéis de Lisboa e o seu restaurante Varanda, com vista sobre o Parque Eduardo VII. Seguem-se mesas de queijos e enchidos, saladas, legumes grelhados e variedades infindáveis de pães e pastelaria, ostras, sushi, ceviche e é claro sobremesas de chorar, como é o caso do famoso mil-folhas, crepes, mini bolas de Berlim, cheesecake, frutas e gelados… Para os mais novos, há surpresas especiais, incluindo um espaço onde podem fazer jogos e pintura.

                                  Por último, vale a pena destacar que, em setembro, vão regressar as Ritz Masterclass. Conduzidas pela equipa de cozinha do hotel, estas aulas têm duração aproximada de 1h30, realizam-se aos sábados e são gratuitas para os clientes do brunch. No final, além de ficar a conhecer os bastidores da icónica cozinha do Ritz, irá receber uma lembrança especial para marcar a ocasião assim como a receita testada na aula para levar para casa, e um certificado.


                                  Terrella – Porto

                                      O Terrela está instalado no edifício EDP (paredes meias com a Casa da Música, para quem não é do Porto) e a carta foi desenvolvida pelo chef Hélio Loureiro, homem que percebe da arte e já cozinhou inclusive para inúmeros chefes de estado em representações oficiais e até para o Cristiano Ronaldo e a restante a seleção portuguesa de futebol. Mas aos sábados, no tradicional horário entre 11h30 às 15h30, é o brunch que todos aqueles que aqui vêm procuram, servido em formato buffet. Saladas, crepes e waffles, queijos e enchidos, pães, croissants, compotas, frutas, bolos e pratos quentes. A variedade é enorme e a qualidade gigante, sobretudo num menu que custa por 16 euros por pessoa.

                                      Zenith Lisboa

                                      • Zenith Brunch & Cocktail Lisboa - ©Inês Costa Monteiro
                                        Zenith Brunch & Cocktail Lisboa - ©Inês Costa Monteiro
                                      • ©Inês Costa Monteiro
                                        ©Inês Costa Monteiro
                                      • ©Inês Costa Monteiro
                                        ©Inês Costa Monteiro
                                      • ©Inês Costa Monteiro
                                        ©Inês Costa Monteiro
                                        • Zenith Brunch & Cocktail Lisboa - ©Inês Costa Monteiro
                                          Zenith Brunch & Cocktail Lisboa - ©Inês Costa Monteiro
                                        • ©Inês Costa Monteiro
                                          ©Inês Costa Monteiro
                                        • ©Inês Costa Monteiro
                                          ©Inês Costa Monteiro
                                        • ©Inês Costa Monteiro
                                          ©Inês Costa Monteiro
                                          Sim, estamos a repetir uma sugestão, mas por bons motivos. É que o Zenith Brunch & Cocktails do Porto tem tanto sucesso, que decidiu dar aos lisboetas a oportunidade de experimentar. Tal como o seu irmão gémeo, o Zenith Lisboa junta o conceito de brunch a cocktails e a ementa é em tudo semelhante (com as tapiocas, o iogurte caseiro com granola, as tão na moda smoothie e salad bowls, o pão de banana e as panquecas), sempre apetitosa e fotogénica. Os cocktails são de autor e os cafés de especialidade 100% arábica do Brasil e da Colombia são da artesanal Fabrica Coffee Roasters. Quanto ao espaço, junto à Avenida da Liberdade, tem dois pisos e um décor industrial ao estilo nova-iorquino.