Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

SÁBADO por C-Studio

Partilhe nas Redes Sociais

Powered by

Unibanco

Os segredos de decoração do estilo escandinavo

Os segredos de decoração do estilo escandinavo

Conhecido pelo seu estilo funcional, minimalista, moderno e sofisticado, o design escandinavo é uma tendência mundial e uma arte que implica muito mais do que pintar a casa de branco, comprar móveis no Ikea ou ser hygge. Saiba como chegar lá sem precisar de comprar um bilhete de avião para a Suécia ou a Dinamarca.

A obsessão é geral. O que é nórdico está na moda. Revistas de decoração, blogues e redes sociais como o Instagram ou o Pinterest estão repletos de imagens inspiradoras, que deixam qualquer um a suspirar por uma daquelas casas escandinavas em que tudo parece estar no lugar certo e com um esforço mínimo. Na moda, na arte, na gastronomia e na decoração, o “menos é mais”, mas isso não significa ser menos atraente, de menor qualidade, mais barato ou fácil de atingir.

Contra o supérfluo e a pensar no futuro

Segundo Niki Brantmark, autora do blogue My Scandinavian Home e de best-sellers como Lagom: a receita sueca para uma vida feliz e equilibrada, há regras obrigatórias. Em primeiro lugar, livre-se de objectos desnecessários e supérfluos – o design escandinavo é centrado em torno de uma aparência calma, livre de desordem –, mantendo a casa limpa e sempre organizada. Lagom significa encontrar a quantidade certa (ou o equilíbrio), que é uma abordagem escandinava da vida e também da decoração. Ou seja, o primeiro passo é trocar as compras por impulso por compras conscientes, optando por objectos funcionais e de design simples, e duradouro.

  • ©My Scandinavian Home
    ©My Scandinavian Home
  • ©My Scandinavian Home
    ©My Scandinavian Home
  • ©My Scandinavian Home
    ©My Scandinavian Home
  • ©Marimekko
    ©Marimekko
    • ©My Scandinavian Home
      ©My Scandinavian Home
    • ©My Scandinavian Home
      ©My Scandinavian Home
    • ©My Scandinavian Home
      ©My Scandinavian Home
    • ©Marimekko
      ©Marimekko

      As cores

      Começar a decoração de uma casa com um pano de fundo neutro é sempre uma boa opção. E os nórdicos fazem-no, começando com uma tela em branco: as paredes. Como o Inverno é muito rigoroso nos países nórdicos, o branco contribui para trazer a claridade ao interior das casas e dar-lhe uma sensação de serenidade. Assim, a paleta de cores inspirada neste estilo costuma abusar do branco (ainda que os tons cinza, os pretos e os castanhos também estejam presentes com frequência), permitindo criar uma atmosfera clean, na qual a mobília e as peças de arte ganham destaque.

      Também pode adicionar cores vibrantes em pontos estratégicos. O monocromático domina nas casas escandinavas, mas isso não quer dizer que não usem cores fortes. Os pontos de cor estão quase sempre presentes em detalhes da decoração – o azul é umas das cores favoritas dos escandinavos para pequenos apontamentos – ou no verde das plantas, sempre muito presentes nos ambientes nórdicos.

      Iluminação

      Pense no que seria para si a iluminação perfeita e duplique-a. A mentalidade por trás do design escandinavo é iluminar ao máximo todas as divisões, para combater os seus longos e escuros Invernos. É claro que em países como Portugal, essa tarefa fica facilitada, pelo que deve aproveitar a luz natural e levá-la para dentro de casa, eliminando tanto quanto possível a diferença entre exterior e interior. O que é mais simples quando a arquitectura ajuda, e a casa tem muitas janelas… Opte por candeeiros de linhas simples e modernas e use e abuse de velas – um candelabro num peitoril de uma janela e em mesas de jantar fica sempre bem.

      Revestimentos

      É um ponto essencial e mais facilmente solucionável se estiver a pensar fazer obras ou comprar uma casa nova. Em países como a Dinamarca, Suécia ou Finlândia, o revestimento é feito quase sempre de madeira branca ou pintada na cor natural. Sempre que possível, opte por pisos de madeira – a marca de um verdadeiro lar escandinavo surge em forma de tábuas largas de carvalho. E, muitas vezes, a madeira (clara, como pinho ou bétula) é mesmo usada do chão ao tecto, criando a ilusão de um espaço maior.

      ©Ferm Living
      ©Ferm Living

      Têxteis e decoração

      As casas na Escandinávia raramente têm cortinados nas janelas. Mas se sentir necessidade de ter algo para cobrir a janela, será preferível usar tecidos leves e translúcidos como o linho. Na decoração, misture peças antigas com novas, e privilegie materiais naturais como linho, madeira, pedra, lã e peles para dar textura porque ajudam a criar ambientes aconchegantes.

      Compre vasos de cerâmica ou almofadas com um desenho geométrico para adicionar um pouco de textura subtil ou cor, ou acrescente objectos que possam dar aquele toque pessoal, mas sempre com conta, peso e medida. Para não criar desordem ou distrações.

      Plantas em todo o lado

      A ligação à natureza é essencial no dia-a-dia da vida de qualquer nórdico e está sempre presente no interior das suas casas. Seja através de fotografias ou principalmente com vasos de plantas, o que dá vida aos espaços, o tal toque de cor e uma sensação de conforto. E isto aplica-se ao hall, à sala, à cozinha e até às casas de banho.

      Regresso ao passado

      Num mundo em que estamos constantemente conectados através da tecnologia, é essencial ter um santuário pessoal onde possa desligar. Não vai conseguir criar um oásis de calma se deixar que telefones, televisões ou computadores sejam omnipresentes na sua casa. Troque esses dispositivos por um bom livro e aposte espaços tech-free.

      ©House Doctor
      ©House Doctor

      As áreas exteriores são tão importantes como as interiores

      Principalmente se tiver um terraço ou um jardim. Crie uma transição perfeita de dentro para fora, utilizando texturas e móveis decorativos de tons suaves. Almofadas são o acessório perfeito para levar para o exterior. É uma boa oportunidade para levar para a sua vida um pouco da chamada “cultura cottage” da Finlândia, relacionada com essa ligação com a natureza de que os finlandeses não abdicam, passando o Verão em cabanas de madeira, no meio da floresta, desprovidas de luxos, e aproveitando para relaxar, nadar e passar bons momentos com a família e os amigos.

      Must-have

      Se está farto de teoria e quer saber o que deve colocar na sua lista de compras, então preste atenção: o ideal é prestar homenagem aos grandes nomes do design escandinavo comprando uma peça de Hans J. Wegner, Alvar Aalto ou Arne Jacobsen. Icónicas e atemporais, serão sempre um bom investimento, ainda que algo pesado para a sua carteira. Mas se procura algo mais em conta, há outras opções além do Ikea, e várias marcas que poderá encomendar através da Internet. É o caso das cerâmicas Marimekko, do mobiliário e acessórios da dinamarquesa Bloomingville, da Ferm Living, ou House Doctor, dos têxteis e tapetes da Brita Sweden ou da Normann Copenhagen, empresa icónica cuja filosofia de criar produtos atemporais já lhe deu mais de 80 prémios de design. Ou ainda do Scandinavian Design Center, que reúne mais de 200 marcas escandinavas de renome: Arabia, Iittala, Eva SoloRörstrand, Georg Jensen, Muuto, Vita ou String furniture.

      • ©Muuto
        ©Muuto
      • ©Bloomingville
        ©Bloomingville
      • ©String Furniture
        ©String Furniture
      • ©Bloomingville
        ©Bloomingville
        • ©Muuto
          ©Muuto
        • ©Bloomingville
          ©Bloomingville
        • ©String Furniture
          ©String Furniture
        • ©Bloomingville
          ©Bloomingville