Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

SÁBADO por C-Studio

Partilhe nas Redes Sociais

Powered by

Unibanco

Receitas simples para impressionar os amigos

Receitas simples para impressionar os amigos

Ninguém diria, mas todas estas receitas gourmet têm grau zero de dificuldade de preparação. Não se preocupe, o segredo está bem guardado connosco…

Convidou um grupo de amigos para jantar e quer impressioná-los com os seus dotes culinários. Infelizmente, enfrenta dois problemas:
a) os seus dotes não são assim tão extraordinários;
b) o tempo que tem mal dá para preparar um prato, quanto mais entradas, sobremesa e, ainda por cima, dar uma arrumação na casa.

Felizmente, existe uma solução para tudo, que neste caso passa por preparar as receitas tão simples que aqui lhe trazemos. Simples e rápidas, mas com um elevado grau de sofisticação e inovação. Capazes de surpreender mesmo o mais gourmet dos seus amigos. Para isso contámos com a ajuda de bloguers, foodies, revistas da especialidade e até da WWF, World Wide Fund for Nature, que disponibiliza uma série de receitas do mundo, sempre com a pesca sustentável em mente. Comecemos então por aqui a nossa lista de receitas à prova de tudo.

Mexilhões com chouriço e açafrão

Tempo: 45 minutos

A receita chega-nos da Croácia, pela mão da chef Ana Grgić. Primeiro precisa de fritar o chouriço com azeite, alho e polpa de tomate numa grande panela, em lume médio, até que o chouriço esteja cozinhado. Depois adicione o tomate picado fresco, o açafrão, o tomilho, o alecrim e o manjericão, seguindo-se os mexilhões e o vinho branco. Cozinhe até que o vinho se evapore e todos os mexilhões estejam abertos. Se necessário, acrescente um pouco de caldo de peixe. Descarte qualquer mexilhão que não tenha aberto e sirva. Se quiser pode juntar a raspa de um limão e sempre com um pouco de pão, porque vai querer aproveitar o molho!

Ingredientes
1 kg de mexilhões frescos, bem limpos
100 g de chouriço
Uma pitada de açafrão
5 tomates frescos picados
1 colher de sopa de polpa de tomate
2 dentes de alho
1 colher de sopa de tomilho
1 colher de sopa de rosmaninho
Folhas de manjericão fresco
2/3 copos de azeite
1 copo de vinho branco
Raspa de um limão
Sal marinho – opcional

Bruschetta de cerejas

Tempo: 10 minutos

O Food 52 é um dos instagrams de comida mais seguidos e foi lá que encontrámos esta deliciosa receita de bruschetta (a inspiração de nachos, ao lado, também não está nada mal). É claro que existem milhões de variações à escolha, mas esta é muito simples e as cerejas dão um toque extra de sofisticação. Corte um pão em fatias e tempere com um fio de azeite e esfregue com alho de ambos os lados. Leve a tostar ao forno. Barre depois com uma generosa dose de ricotta e junte as cerejas sem caroço. Reserve algumas para decoração. Finalize com um toque de menta. Opcionalmente, pode adicionar beterraba em pickle para um toque ácido ou presunto para salgado.

Ingredientes
Pão em fatias
Um pacote de ricotta
Cerejas
Menta
Beterraba em pickle, opcional
Presunto, opcional

Cogumelos com ovo de codorniz

Tempo: 20 minutos

Este prato chega-nos da terra dos champignons, do blogue de recettes faciles et créatives de Manue (há quem defenda que os franceses não são muito maus a trabalharem cogumelos…)
Comece por pré-aquecer o forno a 160 °C enquanto lava os cogumelos e lhes retira o pé. Coloque-os numa frigideira de ferro fundido e, com muito cuidado, coloque um ovo de codorniz dentro de cada cogumelo. Tempere com sal e pimenta e só falta levar ao forno por cerca de 10 minutos. É importante que a clara dos ovos esteja cozida, mas a gema permaneça líquida. Finalize com uns ramos de salsa e já está! Tem uma deliciosa e meio rústica entrada de sucesso.

Ingredientes
Cogumelos
Sal e Pimenta, q.b.
Ramo de salsa

Galinha com risone

Tempo: 50 minutos

Encontrámos esta receita na revista Bon Appétit e é mesmo perfeita para estas alturas. Até porque se usa apenas uma única caçarola em todo o preparado.
Comece por aquecer o forno a 200 °C. Tempere as coxas de galinha com sal e pimenta e leve a caçarola (ou frigideira alta) a lume médio com duas colheres de sopa de manteiga. Preencha toda a frigideira com as coxas viradas para baixo e cozinhe por sete ou oito minutos (ou até a pele da galinha estar bem dourada). Vire a galinha e leve ao forno para terminar de cozinhar, mais 10 a 15 minutos. Retire a galinha e reserve. Na mesma frigideira, frite um pouco de funcho e alho-francês por mais cinco minutos e nessa altura deite a massa pevide (ou risone) até que toste ligeiramente (outros três minutos). Deite o vinho branco e deixe evaporar, mexendo sempre, junte o caldo de galinha e continue a mexer, adicionando mais sempre que evapora. Repita o processo durante 10 a 15 minutos até que a pevide esteja cozida e a panela húmida.
Retifique os temperos, deite um pouco de sumo de limão, junte a galinha e decore com ramos de funcho.

Ingredientes
Sal, pimenta e manteiga
6 coxas de galinha
Um funcho, picado
Um alho-francês, picado
220 gramas de risone (massa pevide)
80 ml de vinho branco
600 ml de caldo de galinha
Sumo de limão

Tarte de pera bêbada

Tempo: 1h30 (não se preocupe, pode ir avançando com outras coisas pelo meio)

Descobrimos esta receita no blogue Spoon Fork Bacon, mas escolhemos fazer uma variação para ficar mais semelhante à nossa pera bêbada. Sempre fica uma receita tradicional, com um twist mais moderno.
Assim, comece por embebedar a pera, processo que implica levar ao lume um tacho com açúcar, vinho tinto, casca de limão, pau de canela e anis-estrelado, até ferver. É nesse tacho que vai mergulhar as peras descascadas (convém que sejam firmes, mas não verdes) por cerca de 20 minutos. Retire-as do lume. De regresso ao tacho, junte o vinho do Porto à calda e deixe ferver até começar a espessar. Nessa altura, deixe arrefecer a calda e despeje por cima das peras.
Pré-aqueça o forno a 200 °C. Quando estiver à temperatura, as peras já devem ter arrefecido o suficiente. Retire-as da calda e corte em finas fatias tendo o cuidado de retirar o excesso de líquido. Numa tigela misture queijo de cabra e mel, coloque a mistura no centro da massa folhada e, sobre ela, disponha as fatias de pera. Leve ao forno por 20 a 25 minutos, ou até a massa adquirir um tom dourado. Deixe arrefecer. Polvilhe com açúcar em pó e tem uma sobremesa que demorou algum tempo, mas não deu assim tanto trabalho. E que até parece feita por um profissional. Se ainda tiver tempo, espreite ainda o Chicken Satay ao lado, receita que tem tanto de deliciosa como de simples.

Ingredientes
150 g de açúcar
4 dl de vinho tinto
1 casca de limão
1 pau de canela
1 anis-estrelado
6 peras-rocha pequenas
30 ml de vinho do Porto
220 gramas de queijo de cabra
3 colheres de sopa de mel
Massa folhada em oito quartos
Açúcar em pó


Lembre-se por fim das famosas palavras do peludo chef Remy, em Ratatouille: “A boa comida é como uma música que se pode provar. Uma cor que se pode cheirar. Existe excelência em todo o lado. Precisamos apenas de parar para a saborear.” É o que lhe sugerimos agora. Bons cozinhados.