Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

SÁBADO por C-Studio

Partilhe nas Redes Sociais

Powered by

Unibanco

Um museu para gulosos, instagramers… e toda a família

Um museu para gulosos, instagramers… e toda a família

Gomas, gelados gigantes, uma sala que cheira a algodão-doce e uma piscina de marshmallows são algumas das atrações do The Sweet Art Museum, um espaço interativo para visitar até 31 de Agosto, em Lisboa.

Autointitula-se “o primeiro museu pop-up da Europa dedicado à felicidade”. Apesar do nome, o The Sweet Art Museum não é bem um museu. Em vez de peças ou obras raras, o que vai encontrar é uma verdadeira experiência multissensorial, que convida os visitantes a usar a visão, o olfacto, o tacto e o paladar, quase em simultâneo.
A sua localização, numa transversal da Rua do Açúcar, em Marvila, não poderia ser mais apropriada. Ocupando um espaço de 600 metros quadrados, o The SAM é composto por oito salas temáticas com diferentes experiências interativas, decoradas com objectos pop art de grande impacto visual, incluindo peças da artista visual e ilustradora Maria Imaginário, que se tornou conhecida por pintar gelados coloridos em edifícios devolutos da cidade.
Ao contrário do que acontece normalmente nos museus, a ideia aqui é que as pessoas interajam com os objetos, tocando-lhes e tirando muitas fotografias, sendo inclusive permitida a entrada de selfie sticks! É que, seguindo as atuais tendências das redes sociais, este é um espaço 100% instagram friendly, apelando à partilha de fotografias e vídeos.

#SayYesToHappiness

As entradas são limitadas a 15 pessoas de cada vez, já que a intenção é mesmo aproveitar os espaços com amigos e tirar tantas selfies quantas desejar, sendo mesmo possível fazer visitas exclusivas mediante marcação.

O ponto alto do percurso por este mundo imaginário pintado de cor-de-rosa é a Splash Mallow Poll, porque ninguém resiste a mergulhar na piscina gigante de marshmallows (de plástico) e tirar dezenas de fotografias. Segue-se a Ice Cream Land, uma sala dedicada ao mundo dos gelados (com direito a uma degustação de gelado de ovos moles, uma homenagem a um sabor bem português) e a Candy Wash Room com uma banheira cor-de-rosa cheia de bolas coloridas, onde também pode entrar. Já na Gummy Game, gomas de ursinhos gigantes servem de peças de xadrez num jogo de realidade virtual, que obriga os visitantes a fugir, mas também pode simplesmente posar junto de uma girafa rosa, sentar-se num carrossel de chupa-chupas, comer um rebuçado ou baloiçar numa nuvem…

De Lisboa para a Europa

Carla Santos e Hugo Silva, a dupla criativa que pensou este novo espaço, encontrou inspiração nos Estados Unidos, em locais como os Museum of Ice Cream de Miami e São Francisco. E não esperam ficar por aqui. O SAM é um museu pop-up, ou seja, só vai poder visitá-lo em Lisboa até 31 de Agosto. O objetivo dos seus promotores é levar o projeto para outras cidades, portuguesas e na Europa, nomeadamente Madrid e Londres. E se há salas que se vão manter – como a da piscina – a ideia é que todas as versões deste museu dos doces sejam diferentes, contando sempre com um novo artista convidado.

Por último, é importante mencionar que, sendo o principal objetivo deste espaço tornar as pessoas mais felizes, o The SAM também pretende que essa felicidade chegue a quem mais precisa, e por isso promove uma campanha de responsabilidade social, em que por cada bilhete comprado 1 euro é doado à Terra dos Sonhos.

Bilhetes (à venda na Ticketline): €20 normal | €15 para maiores de 65 anos e/ou mobilidade reduzida | €17,50 cada para grupos com mais de 4 pessoas | Crianças com menos de 3 anos não pagam.
Horário: Quarta, Quinta, Sexta: 11h – 21h (última entrada às 20h30);
Sábados, Domingos e Feriados: 10h – 20h (última entrada às 19h30).