Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Grandes filmes para ver <em>online</em>. Grátis Grandes filmes para ver <em>online</em>. Grátis

Grandes filmes para ver online. Grátis

Grandes filmes para ver online. Grátis

Prepare-se para uma nova experiência de sétima arte com estes sites para ver filmes online. Tudo grátis, tudo legal.


Publicado em 01-Jun-2020

Já se sabe que existem vários sites nos quais podemos encontrar os últimos blockbusters de Hollywood, mas nem tudo o que brilha no streaming é ilegal. Com um pouco de pesquisa descobrem-se festivais, produtoras e plataformas repletas de filmes, alguns novos, outros antigos, curtas, longas, filmes surpreendentes e clássicos. Tudo para ver no conforto da sua sala, 24 horas por dia, sete dias por semana.

Comecemos, aliás, por uma produtora portuguesa que abriu parte do seu catálogo ao público nestes tempos de covid-19. A Terratreme partilha a programação às sextas e às terças e são geralmente três filmes ou documentários que ficarão disponíveis para visualizar durante essa semana, caso deste Deportado, de Nathalie Mansoux, sobre os açorianos que cresceram e viveram nos EUA, mas que se veem forçados a regressar à terra natal. Deportados por motivos criminais, têm de se adaptar a uma nova realidade. Bom cinema português. Por outro lado, não ficarão certamente surpreendidos se lhe dissermos que o gigante YouTube não oferece apenas youtubers, e que por aqui se podem encontrar também filmes completos, como o Diário de Anne Frank, de 2009, sobre a pequena judia que viveu anos escondida dos nazis num sótão.

Alguns filmes estão disponíveis porque entraram em domínio público, ou seja, os seus autores perderam os direitos sobre eles. Isto acontece geralmente por antiguidade, mas por vezes não tem nada a ver com a idade, como foi o caso do premiado A Noite dos Mortos Vivos, um filme de terror de culto, de produção independente, de 1968.

Da mesma década, e género, embora com um toque de comédia à mistura, temos The Little Shop of Horrors, dirigido por Roger Corman, um realizador que teve a particularidade de ajudar a lançar a carreira de atores e realizadores como Robert De Niro, Sylvester Stallone, Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, Ron Howard e James Cameron. Neste caso, em particular, o filme revela um jovem Jack Nicholson.

Sem nos alongarmos muito mais pelo género “antigo”, fiquem ainda a saber que toda a filmografia do grande Chaplin está disponível, e quem pretender saber mais sobre os filmes disponíveis pode fazê-lo aqui ou aqui.

Por agora vamos continuar a nossa viagem num site chamado Movies Found Online ou filmes encontrados online. O nome diz tudo, na realidade, pois agrega títulos de diferentes origens na mesma plataforma. Na sua maioria falamos de produções independentes, embora se encontrem igualmente filmes dos principais estúdios americanos, e quem procura qualquer coisa de diferente pode bem descobri-la aqui. Deixamos-lhe um exemplo de uma comédia negra sobre uma partida que corre horrivelmente mal.

A organização é simples e está tudo catalogado por género, à semelhança do Plex, outro serviço de streaming disponível a partir de Portugal. Uma coisa é verdade, não temos uma oferta tão variada como os nossos amigos americanos, mas por outro lado podemos assistir à RTP Play, a app da nossa televisão pública, que reúne inúmeros conteúdos de qualidade, com destaque para o cinema e para a produção nacional.

Já quem for cliente TV da Vodafone tem uma subscrição da HBO, pelo que pode assistir grátis a tudo o que é filme (série e documentário) do gigante americano. Ou seja, além da saga inteira de Harry Potter, bom para toda a família, os mais novos vão adorar assistir a SmallFoot, uma aventura gelada, a nova versão animada da história do Pé Grande. Para os mais velhos, Contágio, um thriller de Steven Soderbergh e recheado de estrelas como Matt Damon, Gwyneth Paltrow, Kate Winslet, Marion Cotillard, Jude Law ou Laurence Fishburne é absolutamente imperdível. A trama? Um surto epidémico mortal propaga-se pelo mundo, enquanto a comunidade médica internacional tenta controlar a pandemia e descobrir uma cura. Conseguem imaginar uma situação semelhante?

Quem não tem Vodafone pode sempre aproveitar a quinzena grátis que a HBO oferece. Aliás, eis uma pequena “batota” para fazer não apenas com a HBO, mas com a Netflix ou a Amazon Prime Video. Todos oferecem um período experimental grátis, e o catálogo combinado será interminável. E se quiser continuar para além do período experimental, conte com o cartão UNIBANCO para a subscrição da sua plataforma de streaming preferida.