Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel

O Note 10+ é, provavelmente, o smartphone mais entusiasmante do ano, repleto de novidades para descobrir.


Publicado em 29-Out-2019

A gama Note, da Samsung, é tradicionalmente a flagship dentro da companhia – o smartphone feito para quem não está disposto a abdicar de nada – e a nova versão não desaponta neste capítulo. Ou melhor, as novas versões, porque pela primeira vez a marca coreana lançou dois modelos em simultâneo: o Note “normal” e o + (Plus) e vêm ambos com muito para contar…

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel | Unibanco

Comecemos pela S Pen que é, basicamente, o grande acessório distintivo do modelo. Na altura em que o primeiro Note foi lançado, em 2011, a decisão de apresentar um telemóvel topo de gama com uma stylus, uma tecnologia tão datada era obviamente um risco, mas que com o tempo acabou por compensar, provando a sua utilidade e tornando-se numa das responsáveis pelo sucesso da gama. Reconheça-se, é muito mais prático editar, fazer apontamentos ou realçar alguma coisa num word, excel ou PDF, com uma pen destas do que à mão, e os Note são maioritariamente um smartphone profissional. Também pode escrever listas de supermercado ou fazer desenhos (a experiência está cada vez mais “natural” e com mais opções de personalização), mas pela primeira vez a S Pen vem com um giroscópio e um botão integrados, que permitem controlar o telemóvel com movimentos ou gestos, sem tocar no ecrã, quase como se a caneta fosse uma varinha mágica. Podemos, por exemplo, subir e descer o volume apontando a pen para cima ou para baixo, passar fotografias movendo-a para os lados, e até alternar entre as duas câmaras ou fazer zoom com movimentos circulares, à la Harry Potter – com a vantagem de que nem precisamos de gritar zoomelliarmus, ou qualquer outro feitiço do género.

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel | Unibanco

Por enquanto, existem ainda poucas funções e aplicações que suportem a novidade, mas abriu-se um novo caminho e será interessante verificar como se desenvolve, até porque a Samsung já abriu este processo à comunidade de developers.

Mas há mais, porque agora, quando se junta a S Pen à câmara, podemos desenhar na fotografia e ver os nossos desenhos “ganhar vida” em realidade aumentada. Por exemplo, se desenharmos umas orelhas de burro na cabeça, estas vão acompanhar os movimentos da pessoa real, e em 3D, independentemente do ângulo de visualização. 

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel | Unibanco

A câmara destes Samsung é excelente, sendo que o 10+ acrescenta ainda uma câmara de profundidade em 3D às três lentes comuns aos dois modelos na região traseira. Não vamos discutir se é ou não a melhor câmara do mercado, até porque é cada vez mais difícil declarar um vencedor (alguns modelos portam-se melhor em certas situações e outros noutras), mas estas estão seguramente no pódio, para mais porque encontramos aqui várias novidades que nos permitirão ser bastante criativos. Podemos gravar em preto e branco, mas com o foco principal (filhos, companheiros, cães, carros…) colorido. Ou manter o tema central focado e o fundo desfocado, ou mesmo ter o fundo com uma “anomalia” como se estivéssemos a ser atacados por zombies ou aliens, ou algo do género. Também já podemos fazer zoom no som, focando em determinado objeto da gravação, em vez de apanhar todo o ruído à volta (cuidado com as conversas em privado!), e como a fotografia permite mais uma série de truques, o Note 10 tem tudo a postos para que possamos dar asas à imaginação. Um smartphone serve para muito mais do que jogar jogos ou “bisbilhotar” as redes sociais, e o Note está aqui para nos lembrar.

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel | Unibanco

Tal como referido, o Note chegou em duas versões, o Note 10 e 10+, com algumas diferenças entre eles, obviamente, começando pelo tamanho (6,3’’ para 6,8’’) e bateria (4300 mAh para 3500 mAh). A RAM também é diferente, de 8 GB para uns incríveis 12 GB, sendo que com 8 já pode abrir todas as aplicações que entender sem qualquer perda de performance. Como vimos também, o Plus inclui mais uma câmara de profundidade, mas pode comparar todas as diferenças e semelhanças entre os dois modelos aqui.

Visualmente trata-se de um telemóvel impactante, e até nisso se distingue um pouco da concorrência, apresentando arestas menos arredondadas, o que confere um ar mais moderno. Infelizmente deixou cair a entrada de áudio, restando apenas a entrada USB C, o que é pena, até porque pela nossa experiência não lhe é fácil reconhecer os adaptadores Áudio/USB C existentes no mercado. Trazer uns headphones AKG de boa qualidade revela-se, por isso, um dado importante, mas ainda seria preferível não ter deixado cair nada.  Afinal, este não era o telemóvel para quem não está disposto a abdicar de nada?

Samsung Note 10+, muito mais do que um telemóvel | Unibanco