Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Starbucks Milão, o mais bonito do mundo Starbucks Milão, o mais bonito do mundo

Starbucks Milão, o mais bonito do mundo

Starbucks Milão, o mais bonito do mundo

Milão foi a primeira cidade italiana a receber uma loja do gigante norte-americano dos cafés. Mas não se trata de um Starbucks qualquer. Tem 2.300 metros quadrados e integra uma fábrica de torrefação, além de um projeto de design impressionante.


Publicado em 17-Jan-2019

Com mais de 30 mil lojas em todo o mundo, a Starbucks demorou três décadas a entrar em Itália, quarto consumidor mundial de café. Howard Schultz, presidente executivo da cadeia norte-americana, receava encontrar resistência num país onde se vendem seis mil milhões de cafés expresso por ano, por isso decidiu investir numa estratégia ambiciosa, escolhendo Milão, capital da moda e do design, para cenário da grande estreia. A ideia seria usar a nova loja para prestar homenagem à cultura italiana do caffè expresso, a mesma que há 35 anos inspirou Schultz na criação da chamada Starbucks Experience.

E assim aconteceu. O primeiro Starbucks Reserve Roastery da Europa abriu as suas portas em setembro de 2018 e, tal como o nome sugere, trata-se de um conceito inovador que inclui uma fábrica de torrefação, convidando os clientes a assistir a todo o processo de torrefação do café desde o momento em que os grãos saem das sacas até este chegar à sua chávena.

Quanto à localização, no interior do Palazzo Broggi, o antigo edifício de correios da Piazza Cordusio, bem no centro histórico de Milão, não poderia ser melhor. A fachada do século XIX é imponente, antecipando de alguma forma o cenário monumental do interior.

  • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
  • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
  • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
  • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
  • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
    • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
    • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
    • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
    • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
    • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco

      Logo ao entrar é impossível não reparar numa grande máquina em bronze com mais de seis metros de altura. É precisamente ali dentro, na La Scolari, que se processa toda a arte de torrefação do café. De resto, para onde quer que se olhe, os 2.300 metros quadrados são uma homenagem ao design, à manufatura e ao estilo italiano. E nenhum detalhe foi deixado ao acaso.

      Numa alusão aos cafés centenários da cidade, o balcão principal do Starbucks Reserve é feito em madeira teca talhada e a bancada superior em mármore Calacatta da Toscânia, com aquecimento radiante para que as bebidas permaneçam quentes após serem servidas aos clientes. Segue-se o pavimento em palladiana, uma técnica tradicional italiana que implica a colocação manual dos diversos fragmentos em mármore, e os candeeiros são de vidro artesanal. Quanto às mesas, bancos, cadeiras e poltronas, foram todos encomendados à Cassina, sob a supervisão da arquiteta e designer espanhola Patricia Urquiola, diretora artística desta conceituada marca de mobiliário made in Italy.

      • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
      • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
      • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
      • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
      • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
        • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
        • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
        • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
        • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco
        • Starbucks Milão, o mais bonito do mundo | Unibanco

          E porque nem só de cafés se faz uma ida ao novo Starbucks, é importante mencionar a existência de um enorme forno a lenha onde são cozidos os pães artesanais, bolos e pizzas, tudo com a assinatura de Rocco Princi, um dos mestres padeiros e pasteleiros mais famosos de Itália.

          Por último, destaque especial para o Arriviamo Bar, um bar de cocktails instalado num mezanino, onde são servidos cocktails baseados em infusões de chá e café, incluindo novidades exclusivas, mas também clássicos como o Negroni ou o Aperol spritz. Afinal, o objetivo do Reserve é entrar no dia a dia dos milaneses. E, a avaliar pelas filas geradas nas primeiras semanas, o objetivo parece ter sido alcançado. Por isso, se estiver de viagem marcada para Milão, já sabe, anote mais esta morada na sua lista de locais a visitar…

          Morada: Piazza Cordusio 3, Milão
          Horário: aberto todos os dias, das 7h00 às 23h00.