Este website utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Para saber mais clique aqui.

Powered by

Unibanco
Todos os grandes museus para visitar em casa Todos os grandes museus para visitar em casa

Todos os grandes museus para visitar em casa

Todos os grandes museus para visitar em casa

Estamos presos em casa, mas basta uma ligação à net para podermos viajar para muito longe e para quase todos os museus do mundo


Publicado em 08-Abr-2020

Existem milhares de museus à espera de serem visitados apesar de terem as portas fechadas. Só com a ajuda do braço cultural da Google estão 2.500 museus preparados para uma visita virtual e não é o autoisolamento que nos vai impedir de alimentar a alma e a mente. A oferta cultural da Google Arts & Culture nem se resume apenas à parte museológica, e podemos até fazer uma visita virtual à Lua, aos melhores palcos do mundo, pelo arquivo fotográfico da revista Life, ou simular um dos grandes quadros do mundo em nossa casa, através da realidade aumentada. Mas aqui fica ainda uma seleção de grandes museus a visitar e desta vez a distância nem é sequer um problema.

1. Museu Nacional de Tóquio

O museu alberga uma das mais importantes coleções de obras de arte e antiguidades japonesas e de toda a cultura asiática e agora é muito fácil percorrer as suas galerias e explorar em detalhe cada uma dessas obras importantes.

Todos os grandes museus para visitar em casa | Unibanco

2. Louvre

É o museu mais famoso do mundo, mas sabia que já o pode visitar online, em visitas guiadas e interativas, sem filas e com todo o tempo do mundo? É uma forma completamente inesperada de ver ou rever este museu incrível.

Todos os grandes museus para visitar em casa | Unibanco

3. Museu Mercedes

Sabia que a Mercedes criou o primeiro motor a combustão e, alegadamente, o primeiro automóvel? Mas sabia que criou também a primeira moto? E sabe qual a razão por trás da estrela de três pontas que simboliza a marca? Tudo isto e muito mais pode descobrir numa visita interativa e guiada pelo Instagram ou pelo museu da marca de Estugarda.

View this post on Instagram

Sharing a piece of automotive art that makes you feel calm. Enjoy this #museummomentofzen with some "Gullwing" beauty. The 300 SL production sports car presented in 1954 was based on the successful competition version of 1952. Its space frame weighed only 110 lbs. and was particularly sturdy, but did not permit the fitting of normal doors because of the high frame side members. With its characteristic upward-opening doors, the dream car of the 1950s popularly became known as the "Gullwing". #MBclassic #MercedesBenz #mercedesbenzclassic #Museumfromhome #closedbutopen #digitalmuseum #ClassicCar #InstaCar #DreamCar #Classic #daimler #photography #backinthedays #performance #thebestornothing 📸 by @riccispeckels

A post shared by Mercedes-Benz Museum (@mercedesbenzmuseum) on

4. Citroën Origins

Os apaixonados por tudo o que tem quatro rodas não podem ainda perder esta viagem pela história de uma das marcas mais ricas. Neste caso por quase 80 automóveis, desde o primeiro modelo, o original 10 CV tipo A de 1919 ao futuro AMI One Concept. Passando obviamente pelo 2 CV e pelo DS, com vistas a 360 graus, exteriores e interiores e sons do motor.

5. Pinacoteca di Brera

É, a par do Duomo, uma das grandes atrações de Milão. Situada numa das zonas mais cool da cidade, a Pinacoteca di Brera oferece uma coleção de arte impressionante que se estende desde os 4 mil anos a.C. até ao presente século. E online podemos visitar algumas obras em ultradefinição, o que significa que pode aproximar qualquer detalhe até 40x sem perder definição. Isto, no museu, só se levasse uma superlupa gigante.

6. Museu do Prado

Mesmo aqui ao lado, o Prado, em Madrid, é um dos mais importantes do mundo. Com destaque para o período entre os séculos XVI e XIX, obras-primas de pintores como Rubens, Hieronymus Bosch, El Greco, Velázquez ou Goya. Tudo à distância de alguns cliques.

Todos os grandes museus para visitar em casa | Unibanco

7. Guggenheim

Agora já podemos subir e descer as famosas escadas em espiral do Museu Guggenheim em Nova Iorque, a obra-prima de Frank Lloyd Wright, sem sair de casa. Isso e explorar o resto do edifício e as obras de arte impressionistas, modernas e contemporâneas que alberga. Com comentários áudio.  

8. Museu Pergamon

É na ilha dos museus, em Berlim, que podemos encontrar o Pergamon, um dos maiores e mais importantes museus alemães, onde podemos descobrir algumas das ruínas mais importantes da Antiguidade, aqui reconstruídas, como a Porta do Mercado de Mileto, as Portas de Ishtar na Babilónia, outrora uma das sete maravilhas do mundo, ou o altar de Pergamon, que dá o nome ao museu.

Todos os grandes museus para visitar em casa | Unibanco

9. Smithsonian

Em Washington pode visitar o mais incrível conjunto de museus do mundo, os Smithsonian, com espaços dedicados à história natural, à aviação e espaço, à arte americana e muito mais, num total de 19 museus. Alguns deles, como os dois primeiros, podem ser visitados em visitas virtuais. Imperdível.

Todos os grandes museus para visitar em casa | Unibanco

10. National Football Museum

Fica em Manchester aquele que é, provavelmente, o maior e mais completo museu dedicado ao futebol no mundo. Afinal, Inglaterra é a pátria do belo desporto e para estes dias de quarentena foram preparadas exposições exclusivamente para o online, como a história comentada do campeonato do mundo em 24 objetos, entre outras.

11. E em Portugal?

Em Portugal podemos visitar quase 40 museus e palácios online, de norte a sul do país ou, pelo menos, de Lisboa para cima. E isso inclui os museus de Arte do Caramulo, o de Conímbriga, o Museu Nacional Grão Vasco, Serralves, os Palácios de Sintra e Queluz, ou os museus de Arte Antiga e de Arte Contemporânea.  

Todos os grandes museus para visitar em casa | Unibanco

12. O que ficou de fora?

Com milhares de museus disponíveis, muitos ficaram obrigatoriamente de fora, mas não podíamos terminar esta lista sem referir, pelo menos, mais alguns casos, como os do Hermitage, em São Petersburgo, o MoMa, em Nova Iorque, o Belvedere, em Viena, o Museu de Arte Moderna e Contemporânea da Coreia, o British Museum, ou o Museu de Arte de São Paulo, entre tantos, tantos outros.